(41) 3085.5385

Entre em contato

 

Profissionais contribuem para a sociedade prestando consultoria em suas áreas de atuação

Celio Neto > Notícias  > Profissionais contribuem para a sociedade prestando consultoria em suas áreas de atuação

Profissionais contribuem para a sociedade prestando consultoria em suas áreas de atuação

Fazer o bem fazendo seu trabalho. Esta é a maneira que muitos profissionais têm encontrado para contribuir com projetos sócio-responsáveis. “Fazer algo de cunho social dentro da minha esfera de atuação é algo gratificante e o pagamente acaba sendo esta sensação de estar ajudando outras pessoas”, diz Célio Pereira Oliveira Neto, advogado especializado em Direito do Trabalho. Célio, junto com a também advogada Andréa Carla Alvarenga de Lima, atua como consultor jurídico do Projeto PVC – desenvolvido pelo ISAE/FGV em parceria com a Fundação Araucária e Secretaria do Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O projeto propõe a fabricação de mobiliário adaptado a crianças que sofrem de alguma disfunção neuromotora, com materiais de baixo custo como canos de PVC, solda e tiras de plástico. Em valores atuais, uma cadeira de rodas é vendida por cerca de R$ 450,00. Já os equipamentos de PVC têm um custo médio de R$ 75,00.

Célio e Andréa estudaram todas as possibilidades trabalhistas do projeto e pesquisaram o que havia de jurisprudência em iniciativas desta natureza. “Foi feito um trabalho preventivo para resguardar juridicamente todas as partes envolvidas e minimizar possíveis riscos trabalhistas”, explica Célio Neto, que no início foi procurado profissionalmente por seus trabalhos, mas assim que teve conhecimento do que se tratava decidiu não cobrar nenhum honorário. “Este é nosso primeiro trabalho pro bono e a satisfação em contribuir com algo tão inovador me faz acreditar que virão outros”.

Desenvolvimento regional sustentável

O projeto PVC está sendo coordenado pela Fundação Getulio Vargas no Paraná, com a participação do Centro de Inovação Tecnológica do ISAE/FGV e do Núcleo de Responsabilidade e Sustentabilidade. A capacitação é resultado de uma parceria com as criadoras da técnica de construção de equipamentos em PVC – a terapeuta ocupacional Grace Gasparin Elizane Mecena e a fisioterapeuta Sandra Regina Zoratti.

O trabalho tem como público-alvo famílias carentes de Piraquara, município da região metropolitana de Curitiba, que possuem filhos com deficiência neuromotora. “A idéia é que a própria comunidade construa os equipamentos”, explica a coordenadora Regina Maria Joppert. Em uma segunda etapa a comunidade será incentivada a trabalhar como uma cooperativa e vender os equipamentos que produzirem. “Dessa forma conseguimos sair do assistencialismo e gerar sustentabilidade para os municípios envolvidos”, diz.

Serviço: http://www.fgvpr.br/

Sem comentários

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.